quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

10 maneiras de fazer uma hora* tediosa passar mais rápido


Aí vai a listinha para você que precisa esperar alguém no aeroporto, ou está no aeroporto, ou está na sua casa ou trabalho mesmo e não consegue mais escrever o paper, terminar o relatório ou pensar em outra coisa útil e atraente a se fazer. Sim, quando esses momentos ocorrem em horários nos quais supostamente você deveria estar trabalhando (e você aparentemente não está cansado nem nada, mas entra em uma fase “don´t care, não vou trabalhar, mas também não vou sair do escritório”): eu os chamo de súplicas da alma por novidades. É o momento que seu cérebro pede coisas novas e você nem sabe como começar a procurar. No começo é muito parecido com procrastinação, mas conforme o tempo vai passando você vê que o que você busca é algo mais profundo (vai além da linha do tempo do facebook), e na aparente procrastinação pode surgir algo muito relevante para seu crescimento pessoal. A súplica da alma é um momento de procura, de provocação a si mesmo. Eu tenho um desses momentos por mês regularmente, e não, não é tpm! Ok, a súplica da alma quase sempre começa com dúvida, hesitação em trabalhar e procrastinação, mas a mesma pode render novas ideias de papers, otimizações na vida e solução de problemas e definições de novas angústias científicas com uma dose de criatividade que só vem quando o cérebro está mais relaxado!
Eu não posso te ajudar a encontrar o que a sua alma procura especificamente, mas com certeza posso ajudar na procrastinação inicial!

1)      Leia o manual, ou passe os olhos, ou faça o manual. Pode ser de qualquer coisa. Pode ser o manual daquele programa que você não está conseguindo usar..
2)      Veja arquivos antigos. Às vezes uma ideia importante se perdeu no seu computador por falta de organização e empilhamento digital. E aí, aquilo que um dia foi uma meta, ficou para trás..
3)      Procrastine para valer: Jogue guess the song ou flash pops. E se seus colegas do laboratório estiverem empacados também, chame eles.. mas não faça muito barulho, senão a secretária do departamento pode vir te dar um esporro!
4)      Procure novas músicas, novos cientistas, novas áreas de pesquisa, saia da caixinha
5)      Fuçe no lattes de pessoas conhecidas e nem tão conhecidas assim (haha, te peguei, você já fez isso né?) e aproveite para atualizar o seu..
6)      Aquele manuscrito engavetado ainda tem chances de sobreviver à publicação? CONSIDERE
7)    Se você é biólogo/ecólogo saia por aí vendo os sites “ambientalistas”, analise situações mais profundamente.. reveja suas motivações mais profundas..
8)      Jogue Qranio, se você ama trivias e está meio enferrujado nos conhecimentos gerais!
9)      Escreva no seu blog..  vai na fé.. mexa no seu fotolog..
10)   Comente no blog dos outros, se expresse, compre a sua ideia e diga por que não quer comprar certas outras!

Bom, é isso.. e é claro que escrevi esse post num momento exatamente como o que eu defini lá em cima. E não, não me arrependo de ter “perdido” essa uma hora com isso!


Se você tem mais dicas de procrastinação (incluindo addictive games) ou de atitudes propícias à inspiração, compartilhe!

*ou mais horas! Mas quando o cérebro criativo desperta, é impossível prever quanto tempo esse estado vai durar =D


Relacionados: