quarta-feira, 11 de abril de 2012

Olhe onde está pisando..

A realidade de ser biólogo-pesquisador-futuro professor.
Aparentemente as possibilidades de concurso para professores estão boas esses tempos, porém sabemos que a competição pelas vagas é bem considerável.. Olhando para a entrada de o que eu chamo de nova geração de professores nos mais diferentes centros de pesquisa, fiquei curiosa. 
Aqui na unesp Rio Claro (e não só aqui), só nos últimos dois anos, vários professores "novinhos" foram contratados, para a alegria da galera.
Fiquei olhando para aqueles professores, tão admiráveis, começando sua vida finalmente "like a boss" e pensando: po, quando eu chegarei aí?

Resolvi fazer umas continhas, olhando para o lattes de cada um deles.. tirei uma média de quantos anos após se graduarem esses professores foram finalmente contratados como professores adjuntos. A média foi quase 11 anos. 

Ou seja.. quando tiver a pretensão de ser professor de uma universidade pública, pense nesse número: 11 anos!

é lógico que tinham uns prodígios na lista, que após apenas 8 anos já foram contratados, mas no geral, é mais do que isso.. 
Se serve de consolo, não encontrei nenhum professor que demorou mais de 14 após formado para ser contratado..


E aí? Querem desistir agora?
Eu não..


Espero que gostem do blog!